da

da

Times da Série B terão aumento de 50% na cota da TV em 2016

Foto: SportSinop - Lance de um Dos Jogos do Luverdense na Série B

Atual dona dos direitos de transmissão, a Rede Globo se antecipou ao fim do contrato em 2017 e renovou o acordo pela Série B até 2022. Os times farão o rateio a partir de agora de R$ 170 milhões por temporada e calculam um aumento de cerca de 50% nas cotas. Ainda existe a chance de a divisão do dinheiro, feita hoje de forma igualitária, sofrer mudanças.


Os dirigentes descartam, no entanto, uma eventual ‘espanholização’ entre seus participantes, conforme criticado na Série A.
A novidade será discutida e votada no arbitral do campeonato, em 2016.
Em caso de aprovação, com o novo modelo, 50% do valor total seria distribuído igualmente entre os clubes enquanto que a outra metade obedeceria critérios como ranking da CBF, desempenho no ano anterior e até mesmo presença de torcida nos estádios.
Por enquanto, essas são apenas sugestões que foram ventiladas em assembleia no Rio de Janeiro.
Ao contrário do que acontece na Série A, as equipes não recebem na Série B as suas cotas diretamente da Globo.
Na segunda divisão, o dinheiro passa pela CBF, que, então, encaminha a partir de uma conta destinada apenas a esse fim a fatia de cada um dos participantes. Seguirá sendo desse modo no novo contrato, mas uma comissão de clubes será formada para fiscalizar toda a entrada e saída da receita.
Atualmente, cada time recebe anualmente dez parcelas de R$ 270 mil – descontados os impostos. Essa cifra deve chegar a R$ 500 mil a partir do ano que vem.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira         e Site ESPN.com.br/Marcus Alves
Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.