da

da

Candidato de oposição, Aron diz ter votos para vencer eleição da FMF

Foto - Divulgação - Aron Dresch, canditado à presidência da FMF
Aron Dresch, candidato da oposição na eleição da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), afirmou já ter votos suficientes para vencer o pleito e se tornar o novo presidente da entidade nos próximos quatro anos. Segundo ele, 10 dos 17 clubes com direito ao voto garantiram apoio no dia do pleito marcado para o dia 15 de março: Cuiabá, Luverdense, União, Mixto, Sinop, Poconé, Cacerense, Brasil Central, Ação e Grêmio Sorriso. 

Os sete primeiros têm direito a dois votos, segundo a assessoria do candidato. Das sete ligas amadoras aptas a votar, quatro também afirmam que irão votar em Aron. 
Uma das principais promessas do candidato é modernização e transparência da FMF,  com o enxugamento da máquina, cortando os gastos com profissionalismo. Aron disse que existem muitos problemas de ordem burocrática, e muitas vezes pequenos, mas que acabam se transformando em entraves para a captação de novos patrocinadores. 
- Também há questões que poderiam receber mais atenção da Federação, sem que antes se transformasse em um problema maior para todos, tal como acontece com o cronograma de jogos. Muitas vezes a diretoria de um time vai tentar resolver algum problema na Federação e sai de lá sem uma resposta clara - afirmou Aron.  
- A Federação precisa de uma gestão que pense de forma profissional, de um presidente que se preocupe com seus problemas. Uma Federação organizada, com credibilidade e inspire confiança.
A chapa de Aron Dresch é composta pelo presidente do Sinop Esporte Clube, Agnaldo Turra, que concorre como 1º vice-presidente. Também por Márcio Pardal, que é diretor do Mixto. Pelo diretor do Cacerense, Márcio Lacerda e Sandro Roberto da Silva, que é presidente da Liga Amadora de Nova Bandeirante.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Por Cuiabá, MT

Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.