da

da

Cuiabá surpreende a Ponte nos pênaltis e avança à terceira fase da Copa do Brasil

Foto: Globoesporte.com - Lance do Jogo entre Ponte Preta e Cuiabá

DEU CUIABÁ!
O Cuiabá sofreu o primeiro gol na temporada, perdeu o aproveitamento de 100% na temporada, mas saiu do Moisés Lucarelli feliz da vida na noite desta quinta-feira. Acima das marcas, está a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Diante de uma Ponte Preta irreconhecível no segundo tempo, o time do Mato Grosso ficou com a vaga nos pênaltis (5 a 4) após empate por 1 a 1 no tempo normal. 


PRÓXIMA ETAPA
Agora, o Cuiabá terá pela frente o Goiás. O primeiro jogo está marcado para a próxima quarta-feira, no Serra Dourada. A volta acontecerá na semana seguinte, também na quarta, com mando do Cuiabá. 

NA AGENDA
Antes da Copa do Brasil, o Cuiabá volta a campo domingo, quando enfrenta o Rondoniense, fora de casa, às 17h, pela Copa Verde. Também no domingo, mas às 19h, a Macaca tenta reagir contra o Ituano, em Itu, pelo Paulistão. 
 
DESTAQUEE AGORA?
A eliminação precoce na Copa do Brasil abala o início de temporada da Ponte. Se antes da partida, o time estava embalado por quatro jogos sem perder no Paulista, a surpreendente queda em casa só vai aumentar a desconfiança da torcida, que protestou aos gritos de "vergonha, vergonha", ainda com a bola rolando, e também não poupou o técnico Felipe Moreira, um dos principais alvos dos xingamentos. É esperar para ver as consequências do vexame. 

PRIMEIRO TEMPO
Com muita movimentação dos homens de frente, a Ponte buscou espaços para furar o bloqueio defensivo do Cuiabá. O ritmo forte surtiu efeito aos 19 minutos, quando, após triangulação, Nino Paraíba sofreu falta na entrada da área. Em cobrança perfeita, Lucca abriu o placar. Mas, em vantagem, a Macaca recuou - como tem feito nos últimos jogos, e o Cuiabá aproveitou. Os visitantes equilibraram as ações aos poucos até chegar ao empate com Cleberson Tiarinha, aos 37 minutos. 

SEGUNDO TEMPO
Pelo segundo tempo, a Ponte ficou no lucro com a decisão por pênaltis. Em uma atuação irreconhecível depois do intervalo, a Macaca, sem Fernando Bob, viu o Cuiabá ter duas chances de ouro nos minutos finais, mas Alex Sandro perdeu uma, e Aranha salvou outra. Do lado alvinegro, as jogadas ofensivas ficavam restritas à individualdade de Pottker ou Lucca. Com o passar do tempo, o nervosismo tomou conta dos jogadores da Macaca, principalmente de Jádson, que errava lances simples. Nas arquibancadas, a torcida não perdoou e protestou com gritos de "vergonha, vergonha" e também criticou duramente o técnico Felipe Moreira. O Cuiabá teve tudo para avançar no tempo normal, mas não aproveitou. 

NOS PÊNALTIS
O aproveitamento de 100% do Cuiabá nos pênaltis mostrou porque o time não lamentou tanto as chances perdidas no fim do segundo tempo. Do lado da Ponte, Matheus Jesus errou a última cobrança, defendida por Henal. Couba ao lateral-esquerdo Udson garantir a classificação dos visitantes. Houve um princípio de confusão na sequência, quando Pottker foi tirar satisfação pelo fato de os jogadores do Cuiabá terem comemorado a vaga em frente à torcida da Ponte. 

PÚBLICO E RENDA
Público pagante: 2.123/ Total: 2.225
Renda: R$ 24.937,50


Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Globoesporte.com

Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.