da

da

Tite elogia Diego por treinar nas férias e afirma: "Não vamos baixar a guarda"

Foto: Reprodução - Tite durante a coletiva de imprensa: técnico enalteceu o nível de comprometimento de Diego
Um estiramento no ligamento do joelho esquerdo de Lucas Lima abriu espaço para Diego voltar à seleção brasileira. A convocação do meia do Flamengo, em vez do santista, foi uma das três novidades da lista de Tite, anunciada nesta sexta-feira, para enfrentar Uruguai, dia 23, em Montevidéu, e Paraguai, dia 28, na Arena Corinthians, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 (confira o momento da convocação no vídeo acima).
– É a avaliação do momento. O Lucas teve um problema no joelho, tem possibilidade de retornar no clássico (Corinthians x Santos, neste sábado), mas as informações são de que seria para depois. O Diego jogando muito e o Lucas machucado. Quem é? O Diego – afirmou Tite, que vai acompanhar in loco o duelo dos alvinegros na capital paulista.

O jogador do Flamengo também foi bastante elogiado pelo comportamento.
– O Diego treinou nas férias. Está jogando em alto nível porque teve uma preparação de atleta de alto nível. A busca dessas informações associada ao desempenho técnico no Flamengo. Ele se preparou, jogou muito contra a Colômbia (vitória do Brasil por 1x0 no amistoso em janeiro) e os jogos do Flamengo o credenciaram.
A um ponto de garantir a classificação para a Copa do Mundo, o técnico também assegurou que a Seleção não vai se acomodar diante da liderança nas eliminatórias.
– O Uruguai é a equipe há mais tempo junto com seu técnico, Tabárez, tem mística, entrosamento de trabalho, e o Paraguai fez jogos importantes fora de casa e está em busca da classificação. Isso mostra o grau de dificuldade e a importância desses jogos, sem baixar a guarda por estar com a pontuação boa. Podemos deixar de pontuar por outros motivos, não por esse – decretou, em alto tom de voz.
Convocação seleção brasileira (Foto: Reprodução/Twitter)Relação com os atletas convocados por Tite para os dois próximos jogos da Seleção (Foto: Reprodução/Twitter)




Veja o restante da coletiva de Tite:
DIEGO SOUZA
– Ele foi o mais efetivo do último Campeonato Brasileiro. Fez 14 gols e deu seis assistências. Sua preparação o fez ter grande atuação em campo e jogou bem contra a Colômbia. (Confira no vídeo abaixo)
ELIMINATÓRIAS DEPOIS DE QUATRO MESES
– Descobri o que preciso: assistir jogos ao vivo. Isso me bota num ritmo de trabalho normal, fico projetando o que faria se estivesse no lugar do técnico. Consigo me reinventar. É uma retomada, me causa expectativa depois de um tempo, mas há um trabalho encaminhado, uma possibilidade real de classificação. São aspectos que geram expectativa e pressão.
CLASSIFICAÇÃO PARA A COPA DO MUNDO

– Mais do que o resultado é saber por que ganha, por que perde, por que empata. A análise tem de ser feita sempre. Fico focado no trabalho do próximo jogo. A classificação é real, verdadeira, não está consolidada, mas nosso trabalho nos trouxe a essa condição. A adrenalina sobe.
CRÍTICAS DE MICALE, DEMITIDO PELA CBF
– Tenho respeito muito grande pelo Micale, e tenho para comigo que haverá momento oportuno para conversarmos a respeito disso. Não vejo esse momento, em que o foco é a convocação.
JOGADORES DO FUTEBOL CHINÊS
– O Renato Augusto ainda não participou de jogos oficiais, há dois projetados para ele antes de se apresentar. O Gil fez sete amistosos, mas a projeção dele são dois jogos oficiais de competição. E o Paulinho tem uma situação avançada, fez três jogos importantes. A China vem trazendo grandes atletas e profissionais, treinamentos em alto nível. A preparação passa a ser boa para os níveis que queremos e precisamos.
EDERSON
– O Taffarel acompanha treinos, passa pelo bom momento do atleta. Hoje acompanhamos em torno de 56 jogadores, o Ederson é um deles, assim como outros goleiros. A velocidade de reação e o bom momento foram determinantes. Sem deixar de passar a mensagem para Muralha, Diego Alves, Cássio, Marcelo Grohe, Danilo Fernandes, e todos os grandes goleiros: eles estão no radar.(Confira no vídeo abaixo)
URUGUAI EM MONTEVIDÉU

– Foram seis vitórias em seis jogos, com força ofensiva de jogadas, contato, articulação. Por vezes eles dão a bola ao adversário, mas são contundentes, verticais, será um grau de dificuldade muito grande.
JOGAR NA ARENA CORINTHIANS
– Tem um cunho de emoção forte porque sou muito grato ao clube que me ajudou e me proporcionou, com funcionários, dirigentes e atletas, estar técnico da seleção brasileira. Foi lá no Grêmio, no início, passou pelo Palmeiras, com aprendizados e erros no Atlético-MG. Tem aspecto emocional? Tem. A sensibilidade fica mais aflorada e é um pedido de carinho com a seleção brasileira. E não por isso serei menos respeitoso ao São Paulo, ao Palmeiras e ao Santos. Porque minha trajetória profissional e meu passado me orgulham. Não é discurso de pastor porque pastou eu não sou. É discurso humano de quem tem razão e emoção.
Confira a lista de convocados:
GOLEIROS
Alisson (Roma/ITA)
Weverton (Atlético-PR)
Ederson (Benfica/POR)

LATERAIS
Daniel Alves (Juventus/ITA)
Fagner (Corinthians)
Marcelo (Real Madrid/ESP)
Filipe Luis (Atlético de Madrid/ESP)

ZAGUEIROS
Marquinhos (PSG/FRA)
Thiago Silva (PSG/FRA)
Miranda (Internazionale/ITA)
Gil (Shandong Luneng/CHN)

MEIAS
Casemiro (Real Madrid/ESP)
Fernandinho (Manchester City/ING)
Paulinho (Guangzhou Evergrande/CHN)
Giuliano (Zenit/RUS)
Renato Augusto (Beijing Guoan/CHN)
Diego (Flamengo)
Philippe Coutinho (Liverpool/ING)
Willian (Chelsea/ING)

ATACANTES
Neymar (Barcelona/ESP)
Douglas Costa (Bayern de Munique/ALE)
Roberto Firmino (Liverpool/ING)
Diego Souza (Sport) 

Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Por São Paulo

Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.