Depois de quase dois anos fora do futebol, REC pode não existir mais

Foto: Assessoria/ FMF - Rondonópolis campeão da Copa Mato Grosso 
Com pouco mais de 10 anos de história no futebol Mato-Grossense, o Rondonópolis Esporte Clube, ou REC como é mais conhecido entre os torcedores não entra em campo em uma partida oficial com o time profissional desde o estadual de 2014.

O clube que virou referência na revelação de jogadores como o atacante Valdívia do Internacional de Porto Alegre, e a meia atacante Ana Vitória do Corinthians/Audax, desistiu de participar do Mato-Grossense de 2015, e com isso, além de uma multa no valor de 50 mil reais, ficou impedido de jogar por dois anos, com a condição ainda que só poderia voltar na segunda divisão.
Mas, segundo o Presidente do clube, Francisco Marino, há a possibilidade de a camisa do Leão não disputar mais competições, e fechar as portas de vez. Tudo em decorrência dos mesmos problemas que fizeram o clube parar há dois anos.
- São vários fatores que abrem essa possibilidade, acordo entre os sócios, estrutura financeira do clube, a falta de parcerias, então existem as duas possibilidades, se houver um conjunto disso tudo a gente volta, senão podemos não voltar mais.
Com o Rondonópolis, e o Vila Aurora fora dos gramados, hoje apenas o União Esporte Clube representa a cidade de Rondonópolis no futebol profissional.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Por Cuiabá, MT

Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.