da

da

Cuiabá derrota Dom Bosco e é bicampeão da Copa FMF: 02 à 00

Foto: 24 Horas News - Lance do Jogo entre Cuiabá e Dom Bosco - Final da Copa da Federação

As duas equipes já estão garantidas na Copa do Brasil do próximo ano.


O Cuiabá Esporte Clube derrotou o time do Dom Bosco, o placar foi de 2 a 0, a partida foi disputada na Arena Pantanal, na noite deste sábado (25). O Dourado conquistou o seu bicampeonato da Copa Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) e assim se tornou o maior vencedor do Estado na atual temporada.

A primeira disputa aconteceu na última segunda-feira (20), também na Arena Pantanal. O jogo terminou empatado, em 1 a 1, e deixou a decisão do campeonato “em aberto”. As duas equipes já estão garantidas na Copa do Brasil de 2018.
Clima tenso com arbitragem
O clima não esteve nada bom nesta semana entre direção do Clube Esportivo Dom Bosco e os dirigentes da Federação Mato-grossense de Futebol.
Os dombosquinos protocolaram um protesto na FMF endereçada ao presidente da Federação, Aron Dresch, e ao presidente da Comissão de arbitragem, o Cel. Magalhães, contra as arbitragens dos jogos envolvendo Dom Bosco e Cuiabá.
A diretoria do Azulão da Colina Iluminada questionou a atuação do árbitro Jean Marcel Latorraca no jogo da primeira fase da competição que ,segundo o protesto, ele teria cometido “vários erros grotescos, dentre eles o mais marcante foi os 11 minutos de acréscimos”.
O protesto também foi dirigido ao quarteto de arbitragem do primeiro jogo da final, formado por Leonardo Willers Lorenzatto (árbitro), Gislan Antônio Garcia (1º assistente), Elisângelo Almeida da Silva (2º assistente) e Sueds Santana de Souza (4º árbitro).   
A direção dom bosquina ficou ainda mais irritada com a escolha de colocar no sorteio para definir a arbitragem do jogo de volta da final, o Jean Marcel Latorraca. O árbitro do jogo da primeira fase. Por ironia do destino, e para acirrar ainda mais os ânimos, ele acabou sendo o sorteado para apitar a partida.
Relatos dão conta de que ouve uma discussão mais áspera na Federação entre a diretoria dom bosquina e o presidente da FMF. Membros do Dom Bosco teriam dito “que se quisessem já poderiam entregar o troféu”.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e 24 Horasnews

Fotos: Redação/SportSinop

Tecnologia do Blogger.