Câmara Municipal

Câmara Municipal

Rebaixamento 2015 segue sub judice, casos Sinop F.C., União e Ccerense

Foto: Craques do Rádio - Imbróglio continua na Sede da FMF

O Campeonato Mato-grossense da Segunda Divisão, previsto para o segundo semestre do calendário da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), só vai começar quando os rebaixados do Estadual forem definidos. No tapetão, União e Cacerense travam uma batalha jurídica que teve o Colorado como vencedor, mas a própria procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva da FMF e o Cacerense prometem recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF, no Rio de Janeiro, para reverter a decisão local de primeira instância.


Segundo a secretaria do TJD ainda não há data prevista para o processo ‘subir’ para a segunda instância. Sendo assim, o critério de rebaixamento e todo o Campeonato da Primeira Divisão de Profissionais de 2015 estão sub judice.
O motivo para toda a polêmica foi uma denúncia feita ao TJD local de que alguns clubes teriam entrado em campo, na primeira rodada, sem terem registrado os atletas no Boletim Informativo (BID); entre eles, União e Cacerense. Também foram denunciantes outras equipes, como o Clube Esportivo Dom Bosco, primeiro derrotado no recurso.
Como com a decisão o Cacerense é que seria rebaixado, o clube pantaneiro também apelou ao tribunal como parte interessada e até chegou a obter êxito, mas num segundo julgamento o TJD terminou absolvendo o clube de Rondonópolis.
A argumentação dos denunciantes se embasa no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) que prevê pena de perda de pontos para o clube infrator. Mas a agravante seria uma declaração dada pelo então presidente da FMF, Helmute Lawisch, que ‘autorizaria’ os clubes a escalarem os atletas sem o devido registro no BID. Helmute, na época, sequer foi ouvido no Tribunal e a novela continua.
O Caso Sinop Futebol Clube também ainda não foi julgado e a situação segue indefinida.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Craques do Rádio
Fotos: Redação/SportSinop

Tecnologia do Blogger.