João Carlos quer levar crise financeira da FMF para Marco Polo

Foto: SportSinop - João Carlos vai em busca de ajuda da CBF

O presidente em exercício da Federação Mato-grossense de Futebol, João Carlos Oliveira, vai pedir ajuda ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero, para a “crise financeira da FMF. O dirigente alega que o repasse mensal de R$ 50 mil feito pela CBF à FMF é insuficiente para manter as contas em dias.


“Há uma crise financeira e as despesas são altas. Temos que ser equilibristas para deixar tudo em dia – afirmou. João Carlos disse estar “mais preocupado” com o fato de que os jogos envolvendo os times mato-grossenses nos Campeonatos Brasileiros das Série C e D, respectivamente,
Cuiabá e Operário, na Arena Pantanal, não vem tendo boas rendas. Aliás, estão registrando prejuízos financeiros diante da baixa freqüência de público.
A federação têm direito a 5% das rendas registradas nas bilheterias do novo estádio.
Ainda de acordo com o presidente em exercício da FMF, “a situação só piorou” com o encerramento do Campeonato Mato-grossense da Primeira Divisão, que é uma das principais fontes de arrecadação por parte da entidade.
João tenta uma audiência com Del Nero para cobrar o aumento no repasse, dos atuais R$ 50 mil para R$ 100 mil. Segundo ele, este aumento foi prometido por Marco Polo e pelo ex-presidente da entidade, José Maria Marin, hoje preso na Suíça.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira         e Com Luiz Esmael, do jornal A Gazeta       
Fotos: Redação/SportSinop


Tecnologia do Blogger.