Operário joga para ‘honrar a camisa’ neste sábado, na Arena Pantanal contra a Caldense(MG)

Foto: Arquivo SportSinop - Lance de um dos Jogos do Operário

Honrar a camisa e fechar a Série D com dignidade. É o que o técnico Eder Taques exige do seu time para os dois jogos que faltam na competição nacional. O primeiro deles, contra a Caldense, será na tarde deste sábado – 16h – na Arena Pantanal.


Com apenas 4 pontos ganhos e na lanterna do Grupo A5, o Tricolor não tem mais chances reais de classificação (depois da Caldense jogará, na última rodada, contra o Aparecidense-GO).
– Não podemos esmorecer, temos que ter brio, comportamento de homens. Tem que ser profissional sempre, do começo ao fim. Tenho dito para eles (jogadores) que vamos jogar para honrar a camisa tricolor, jogar para pelo menos encerrar a competição com dignidade – contou Taques, acrescentando que “além disso alerto que o futuro deles pode estar dependendo destes dois jogos, pode muito bem ter alguém observando, vendo o futebol deles e de repente arrumar um outro time, um novo contrato”. Até citou como exemplo o zagueiro Alex Bruno, que foi dispensado pelo Operário e acertou com o Botafogo-PB, time da Série B.
Sobe o time que começa o confronto deste sábado Taques disse que tem o seu ‘onze’ praticamente definido, dependendo apenas do volante Kiko, que está no departamento médico. “No coletivo o time foi de Cleiton; Odail Júnior, Sérgio Rafael, Wadson e Wanderson; Jean, Renan, Toni e Alex; Júlio Alves e Marclei. Se o Kiko for liberado aí farei uma mudança no meio”, afirmou, sem revelar quem sairia da equipe.
O goleiro Heverton Perereca rescindiu seu contrato com o Operário esta semana.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira           e Craques do Rádio    
Fotos: Redação/SportSinop


Tecnologia do Blogger.