Dom Bosco pede prazo para decidir sobre Copa FMF

 Foto: Divulgação - Elenco do Dom Bosco que disputou o Campeonato Estadual deste ano.
A diretoria da Aleco (Associação Leões da Colina) pediu um prazo até o final desta semana para decidir se participará ou não da Copa FMF, que começa dia 4 de outubro. A questão financeira é o principal entrave. O presidente em exercício da Federação, João Carlos de Oliveira, já adiantou que se o Azulão decidir o Cuiabá fica com a vaga.


Conforme Fábio de Assis, presidente da Aleco, o clube encaminhou um ofício à FMF questionando sobre temas como a existência ou não de ajuda financeira às equipes. João disse que ainda negocia em busca de patrocinadores, sem garantir nada por enquanto.
Outro ponto discutido é o local de mando dos jogos, hoje restrito à Arena Pantanal em função da interdição do Dutrinha. “Só tem a Arena, não tem jeito. Ou arruma um estádio em outra cidade. Já reduzimos muito o custo da Arena”, frisou João Carlos. Segundo ele, um jogo doméstico hoje, “com a estrutura mínima”, está custando entre R$ 8 e R$ 9 mil.
“Entendo a situação e a preocupação deles (dirigentes dombosquinos), mas se desistirem já tenho outra equipe para a competição, que é o Cuiabá. Tenho também uma urgência para definir isso, até porque o Cuiabá precisa de uma posição para se preparar”, completou o presidente federacionista.
Fábio de Assis disse que até segunda-feira o Azulão terá uma posição final.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira        e Com Érika Oliveira, da TV Record Cuiabá        

Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.