Feminino: Mixto sofre goleada histórica em São José para a equipe local: 10 à 00

Foto: Fabiana Rossti/site Jogando Juntos - São José x Mixto nesta quarta-feira em São José dos Campos.
Primeiro colocado do ranking nacional do futebol feminino no São José jogou em casa e não decepcionou: pela terceira rodada da 1ª fase do Campeonato Brasileiro, no Estádio Martins Pereira, em São José, o alviceleste fez 10×0 sobre o Mixto. Foi a terceira derrota em três jogos das Tigresas na competição.


Com a goleada o São José se igualou ao América-MG na liderança do Grupo 3 com 6 pontos ganhos. O Mixto é o lanterna ao lado do São Francisco-BA e volta a campo na próxima quarta-feira, às 15h na Arena Pantanal, se despedindo da competição contra o próprio time baiano.
O JOGO
o São José começou pressionando e o Mixto não ofereceu resistência.
Aos 3 minutos, a meia Gabi Portilho cruzou da linha de fundo e a também meia Mariana Pires, fechando pela meia esquerda, finalizou abrindo o placar. Aos 8, em um levantamento longo da zagueira Bagé, Mariana Pires voltou a marcar com uma cabeçada em diagonal.
O terceiro gol veio aos 11, com a atacante Chu conferindo outra troca de passes e com cruzamento curto e por baixo. Aos 14, em um passe recuado da ponta direita, a meia Gabi Portilho dominou livre na área e chutou no ângulo esquerdo, iniciando a goleada.
O quinto gol, aos 36, também foi de Gabi Portilho, que pegou uma sobra na área e achou um espaço para chutar por baixo. Dois minutos depois, a atacante Carlinha aproveitou outra trama ofensiva e fechou o primeiro tempo com 6 a 0.
Atuando com seriedade, o São José ampliou com menos de dois minutos depois da volta do intervalo. Gabi Portilho percebeu que poderia chutar da meia esquerda e mandou com categoria e precisão, no ângulo esquerdo.
A técnica joseeense Emily Lima, que poupou a atacante Alnna por contusão leve, começou a usar as suas substituições. Mesmo com as mudanças, o São José manteve o ritmo e fez o oitavo gol, aos 9 minutos, com Carlinha escorando um passe cruzado da direita. E no minuto seguinte, Gabi Portilho voltou a chutar além do alcance da goleira Carol, ampliando para 9 a 0.
O décimo e último gol joseense chegou somente aos 45. A atacante Bea, da meia direita e da entrada da área, driblou uma adversária e bateu cruzado, no canto direito.
Os times
O São José, da técnica Emily Lima: Andrea Tovar; Paulinha, Gislaine, Bagé e Raquelzinha; Monique Peçanha (Djeni 8´/2º), Pepê, Mariana Pires e Gabi Portilho; Chu (Bea 8´/2) e Carlinha (Karina Pelé 16´/2º).
O Mixto, do técnico Celso Nunes de Arruda, começou com: Carolina; Nani, Laís, Joyce e Anna Flávia; Jocilane Chicão, Carmem, Du e Aninha; Stefani e Karol.
O árbitro foi Aurélio Santana Martins, com as assistentes Renata Ruel Xavier de Brito e Patrícia Carla de Oliveia. A quarta árbitra foi Adeli Mara Monteiro e o assessor, Almir Alves de Mello.
Ao final do jogo o técnico mixtense pediu “paciência” com as atletas do Mixto, lembrando que “é o elenco mais jovem do Campeonato Brasileiro” e ressaltando estar fazendo “um trabalho que visa o futuro”. Pela “força do São José, um dos favoritos ao título”, disse que a goleada deve ser encarada como uma conseqüência normal.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira          e Com a TV Brasil e site Jogando Juntos  
Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.