Cacerense está praticamente fora do Estadual e deverá ser o primeiro já rebaixado

Foto: SportSinop - Cacerense não deverá disputar o Estadual

O Cacerense está praticamente fora do Campeonato Mato-grossense de Futebol de 2016. A 20 dias do início da competição, prevista para 31 de janeiro, a situação do clube, permanece totalmente indefinida. 

Sem estrutura e, principalmente, patrocinadores, ninguém se manifesta em dirigir a equipe. A tendência é de que será rebaixada para 2ª divisão. É o que prevê o estatuto da federação, em caso de desistência.

A expectativa era que o fiscal estadual Renato Fidelis, assumisse a direção da equipe, em poder do vereador Marcinho Lacerda, até no final do ano. Porém, na quinta-feira (7/1) Fidelis informou que devido ao curto espaço de tempo para preparar a equipe e, principalmente, a falta de apoio financeiro, não pretende assumir esse compromisso.

Ele diz que, a ideia seria tomar por empréstimo, a custo zero, alguns jogadores do Cuiabá, que não serão aproveitados pelo clube durante o campeonato. Porém, segundo ele, a proposta teria sido rejeitada pela diretoria da equipe da capital. “Fizemos a proposta, mas a diretoria do Cuiabá não aceitou. Não temos tempo e tampouco recursos para montar a equipe” assegurou.

O vereador Márcio Lacerda que tinha, até no final do ano, uma procuração do militar de reserva Cloves Alves dos Santos, para “tocar” a equipe também descarta a possibilidade de participar, pelos mesmos motivos. “Posso até ajudar, mas não estar na linha de frente por causa de outros afazeres, como vereador e presidente do Sindicato Rural de Cáceres” disse afirmando que já havia, inclusive, mantido contatos com alguns empresários visando aquisição de patrocínios.

A última cartada seria entregar a equipe ao ex-atleta Edmilson Baianinho. Na noite de quinta-feira, em contato com a reportagem, Baianinho, disse que não havia sido procurado por ninguém e que, além disso, algumas pessoas de sua confiança que poderia ajudar na montagem da equipe seria o radialista e desportista Manga Rosa, mas que ele estava em viagem. “Se me derem condições posso assumir esse compromisso, mas até agora não fui procurado”.

De acordo com anúncio da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) o campeonato terá inicio no dia 31 de janeiro. Serão 12 times brigando pelo título de campeão estadual e pelas vagas da Copa do Brasil e Copa Verde de 2017 e Série D de 2016. Conforme a tabela o Cacerense, estreia no dia da abertura, em Poconé, contra os donos da casa.
Regulamento do Campeonato
De acordo com a Federação Mato-grossense de Futebol (FMT), os times foram divididos em dois grupos, denominada A e B, com duas chaves com seis times. Na chave A estarão os times do Luverdense, Sinop, Operário Várzea-grandense (Ceov), Poconé, Cacerense, Mixto. E na chave B, ficará o Cuiabá, Dom Bosco, União, Operário Ltda, Rondonópolis e Araguaia.

A fórmula de disputa do torneio terá dois grupos com seis times cada, em cada uma das chaves, quatro clubes se classificarão para segunda fase e o último colocado de cada grupo será rebaixado para a segunda divisão 2017.

Os oitos times classificados para a próxima fase formarão dois grupos com quatro times cada, que se enfrentarão em turno e returno, onde passará para a semifinal os dois primeiros de cada grupo. A semifinal será disputada em jogo único, quem vencer fará a final em duas partidas. Na semifinal e final os clubes que tiverem a melhor campanha decidirá em casa.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira         e Expressão Noticias
Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.