Clubes pedem fim do rodízio e a saída definitiva de Orione e exigem a marcação de Eleição

Foto: Futebol Mato-Grossense - Clubes pressionam Orione e deixar a FMF

Oito dos doze times relacionados para disputar o Campeonato Mato-grossense deste ano protocolaram dois documentos na Federação Mato-grossense de Futebol no final da tarde desta sexta-feira: um exige a saída de Carlos Orione da presidência e outro convoca nova assembleia geral. 

No documento os dirigentes alegam “descontentamento com a atual situação da gestão” e pedem a “destituição do atual presidente”, além de prestação de contas dos últimos cinco anos.
Assinam o documento Sebastião Viana, presidente do Operário Ltda; Fábio de Assis, presidente da Aleco (que administra o futebol do Dom Bosco); Helmute Lawisch, do Luverdense; Paulo César Camargo, presidente do Mixto; Aron Dresch, do Cuiabá;
Geovanni Banegas, do Clube Esportivo Operário de Várzea Grande; Orivaldo Rondon, presidente do Poconé; e Carlos Rufino, presidente do União de Rondonópolis.
Procuramos(site futebolmatogrossense) consultar alguns presidentes de clubes e os vice-Presidentes da Federação Matogrossense de Futebol para que democraticamente possamos passar uma posição mais clara
Carlos Rufino- União Esporte Clube
Carlos-Rufino rufas
O que estamos pedindo a Federação é a renuncia do Dr. Carlos Orione pelo motivo dos seguidos rodízios de Presidentes. Já assumiu Luiz Wellington de Barra do Garças, já dirigiu a entidade Helmute Lawinski de Lucas do Rio Verde, neste momento o Presidente é João Carlos Oliveira e entre um e outro volta o Presidente Orione que tem mandato até 26/06/2016.


Enquanto isso os clubes ficam sem saber quem comanda a Federação com tantas mudanças. Em renunciando Dr. Carlos Haveria uma eleição com a participação apenas dos 4 vice-Presidentes para complementar o mandato. Elegendo um dos vices seria preciso definir apenas um outro vice para ocupar a vaga do vice que assumiria a Federação até Junho de 2017. É assim que a lei manda que seja feito. Rufino disse que nada tem de pessoal contra o “Barão” pelo contrario entende seu problema de saúde e quer preservá-lo com essa atitude.

Dr. Francisco e filha Lívia
Dr. Francisco
Dr. Francisco Mariño Fernandes- Rondonópolis Esporte Clube
Ouvimos Dr. Francisco que tem a seguinte opinião; Quem realiza o campeonato são os clubes. Se eles querem que seja assim, a lógica é que seja desta forma. Dr. inclusive disse que se for preciso renunciar junto com Orione para facilitar a negociação para ele não será problema nenhum.


Ele entende que não apenas Dr. Carlos teria que renunciar mas sim os 4 vice-presidentes e a eleição seria logo para valer. Disse não conhecer o posicionamento dos demais vice-presidentes, mas ele renunciaria sem problema algum.
João Carlos Oliveira-vice- Presidente

Presidente- João Carlos Oliveira
Presidente- João Carlos Oliveira
Acabou ontem, 14/01/2016 os 30 dias segundo a portaria 087/2015 de João Carlos Oliveira a frente da FMF substituindo o atual Presidente Dr. Carlos Orione que estava de licença. Ele nos atendeu gentilmente e economizou as palavras. Apenas disse que quanto ao pedido de prestação de contas não vê problema algum, pois a Federação é muito organizada e a CBF recebe todo ano as prestações de conta da Federação de Mato Grosso.

Quanto renunciar junto com o Presidente Orione e os três outros vice-presidentes para facilitar a nova eleição disse que nunca pensou nisso até porque na eleição complementar só disputará os 4 vices e não há necessidade. Ele confirmou ter recebido os documentos abaixo após as 16hs desta sexta, amanhã irá na casa do “barão” e apresentará os mesmos a ele, conversará sobre o assunto e voltará com uma decisão alinhavada.
Os documentos
Notificação
Notificação
Convocação de Assembléia
Convocação de Assembleia
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira         e  Da Redação-Salaka com craquesdoradio

Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.