Operário VG sofre, vira em cima do União e segue vivo no Mato-Grossense: 03 à 02

Foto: Globoesporte.com - Lnace de Operário e União na Arena Pantanal, neste domingo

A partida começou com o Operário buscando as jogadas de ataque, mas sofrendo com a dura marcação da defesa do União. O time de Rondonópolis buscava surpreender nos contra ataques, mas também pecava no ataque. O primeiro tempo foi de poucas chances e acabou com o placar em 0 a 0. No segundo tempo o panorama mudou, logo aos dois minutos Valdir Papel abriu o placar com belo gol de cabeça. Depois disso o Operário cresceu no jogo e conseguiu virar a partida com dois gols relâmpagos e com Tito e Yago em posições duvidosas. O União ainda teve forças para buscar o empate e voltou a empatar aos 27 com Lima. Aos 30 o Colorado conseguiu a virada, mas a arbitragem anulou o gol marcando impedimento. O Operário VG partiu para cima e aos 39 também teve o gol de Renan anulado pela arbitragem. Quando o empate parecia persistir até o fim, Yago marca aos 43 para decretar a vitória do Chicote da Fronteira por 3 a 2.  

Logo após a partida Reydner Roberto Souza e Silva, presidente do União, demonstrou total insatisfação com a atuação da arbitragem que anulou com do União válidou dois gols irregulares do Ope VG. Reydner chegou a dizer que o União não entra em campo na próxima rodada em protesto contra a arbitragem.

Com a vitória, o Operário de VG fica na terceira posição do grupo D com três pontos e o União assume a lanterna com apenas um ponto conquistado em três jogos.

As duas equipes volta a se enfrentar na próxima rodada, dia 10, às 18h, no Estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis.

Fonte: SportSinop/Valcir Pereira    e Globoesporte.com     
Fotos: Redação/SportSinop

Tecnologia do Blogger.