Sem chances no estadual, Operário VG joga "final" contra o Avaí nesta quinta

Foto: Olimpio Vasconcelos - Operário Várzea-grandense e Avaí na Arena Pantanal em 2015

O empate em 0 a 0 no último domingo diante do Cuiabá, pela penúltima rodada da segunda fase do Campeonato Mato-grossense eliminou o Operário VG. O Chicote agora tem uma nova competição pela frente e um adversário duro, o Avaí pela Copa do Brasil, nesta quinta-feira, na Arena Pantanal, às 18h15. Caso a equipe catarinense vença por dois ou mais gols de diferença elimina o jogo da volta. 

Para o técnico Eduardo Henrique, o planejamento seria ir mais longe no estadual, até mesmo conquistar o título. A página foi virada e as atenções agora serão na estreia da Copa do Brasil. O jogo será encarado como uma decisão para o comandante e principalmente para o os jogadores, que poderão ser vistos em abrangência nacional.
- Vamos encarar esse jogo como um final de campeonato, sabemos da qualidade do nosso adversário, é uma equipe de série B do Campeonato Brasileiro e exige o nosso respeito – disse Eduardo Henrique.
Atacante Geílson chuta para defesa do goleiro Diego (Foto: Olimpio Vasconcelos)Atacante Geílson chuta para defesa do goleiro Diego (Foto: Olimpio Vasconcelos)
O Avaí passa por crise no Campeonato Catarinense, a equipe lutou contra o rebaixamento até a última rodada e escapou após vencer o Guarani de Palhoça por 1 a 0, resultado que não eliminaria o jogo de volta contra o Operário VG pela Copa do Brasil. A equipe catarinense não faz dois gols na mesma partida desde o dia 28 de fevereiro, em duelo contra o próprio Guarani de Palhoça, pela oitava rodada do Catarinense. 
- É difícil falar que atual momento vivido pelo Avaí pode nos beneficiar, é uma nova competição, novo ânimo. Temos que fazer um bom jogo primeiramente e jogar de igual para igual, buscando o ataque. Acreditamos que é possível uma classificação, temos que vencer o primeiro jogo e levar uma vantagem para a volta, em Santa Catarina – concluiu. 
O Chicote da Fronteira terá a volta do atacante Tito, que não enfrentou o Cuiabá no último domingo e deve ser escalado no lugar de Yago. 
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Por Derik Bueno, estagiário, sob a supervisão de Robson Boamorte
Fotos: Redação/SportSinop

Tecnologia do Blogger.