Após renovar com o treinador, Cuiabá tenta manter ao menos 40% do grupo

Foto: Por Cuiabá, MT

Depois de renovar com o treinador Roberto Fonseca, a diretoria do Cuiabá trabalha para manter pelo menos 40% do elenco que terminou a Série C 2016. Depois de um início sofrido na competição, o Dourado melhorou com a chegada de alguns reforços e do treinador, e quase brigou pela classificação à próxima fase. Segundo o diretor de futebol, Sérgio Papellin, as conversas já estão em andamento. 

- Temos que manter uma espinha dorsal. Esse foi nosso erro em 2016 que não queremos repetir. Queremos manter pelo menos 40% do grupo. Do time titular o ideal seria uns 60%. Não existe montar dois, três times por ano. Temos que ter essa consciência e vamos trabalhar para não acontecer isso. O principal foi ter mantido o treinador. Esperamos ter a lista final até a próxima semana – disse Papellin.
Quando renovou com o Cuiabá, o treinador Roberto Fonseca também fez o pedido para a manutenção da base. Atletas como o goleiro Henal, o lateral Dedé, o zagueiro Douglas e o meia Dakson surgem como principais nomes para atuar pelo Dourado também em 2017. 
Henal, goleiro do Cuiabá. (Foto: Pedro Lima/Cuiabá Esporte Clube)Henal, goleiro do Cuiabá. (Foto: Pedro Lima/Cuiabá Esporte Clube)
- Alguns atletas vieram por empréstimo, outros estão em outras situações, mas vamos trabalhar para manter o maior número possível.
O Cuiabá não fala em números, mas o orçamento para o início da temporada 2017 será maior em relação ao ano vigente. 
- Para manter esses atletas e ter um time mais forte é necessário mais dinheiro. A diretoria está trabalhando para isso. 
Em 2017, o Cuiabá vai disputar o Campeonato Mato-Grossense, a Copa Verde e a Série C do Brasileiro. 

Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Globoesporte.com

Fotos: Redação/SportSinop

Tecnologia do Blogger.