River e Cuiabá se despedem da Série C 2016 com empate em Teresina: 00 à 00

Foto: Renan Morais - River-PI x Cuiabá, pela Série C do Brasileiro

Equipes não mexem no placar e deixam competição precocemente. Galo já estava rebaixado antes de receber o Cuiabá, que não tinha chances de classificação.

River e Cuiabá se despediram de forma morna da Série C 2016. Os times não saíram do empate em 0 a 0, neste domingo, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, pela última rodada da primeira fase. O River entrou em campo já rebaixado para a Série D contra um Cuiabá que não tinha mais nenhuma ambição - nem caía e sem tinha chances de classificação. 

O elenco do Galo só veio para campo após acordo com o clube no MPT sobre salários atrasados. O River agora junta os cacos após a turbulência dos últimos dias pela falta de dinheiro. O time só deve retornar às atividades em janeiro para a disputa do Campeonato Piauiense, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D. A equipe não vence há 9 jogos - a última vitória foi justamente sobre o Cuiabá, no fim do primeiro turno. Fechou a Série C na lanterna do grupo A, com apenas 13 pontos em 18 jogos. 

O Cuiabá deve liberar praticamente todo o elenco e vai tentar negociar a renovação com o treinador Roberto Fonseca. O time ainda disputa a Copa FMF Sub-21 neste ano, em que briga por uma vaga na Copa do Brasil. A equipe lamenta o início ruim no torneio, já que com o empate chegou à marca de 8 jogos sem perder na competição. O time fecha a participação na Série C 2016 com 22 pontos e em 6º lugar. Foi a melhor colocação do Dourado desde que disputa o torneio, em 2012. 
Foto: Pedro Lima/Cuiabá EC - River-PI, Cuiabá, Lindolfo Monteiro

Rebaixado e com os atletas em greve ao longo da semana pela falta de pagamento, o River foi envolvido no começo do jogo pelo Dourado, mas foi quem criou as melhores chances, principalmente nas bolas paradas. Aos 18, Roberto Dias acertou a trave do Cuiabá em cabeçada. Depois, com 19, Henal salvou chute de Rodriguinho. Depois disso, o time mato-grossense tomou conta do jogo e perdeu três boas oportunidades, um com Tito e duas com Uederson. 

No segundo tempo, os times seguiram criando e errando as oportunidades. Enquanto o tempo ia passando, as duas equipes seguiram sem grandes ambições. Quase no fim, Fabinho cobrou falta com perigo e parou na defesa de Henal. Pouco depois, Thiago Dias cabeceou com perigo para o time da casa. 

Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Por Teresina, PI

Fotos: Redação/SportSinop


Tecnologia do Blogger.