Clubes apoiam e Aron Dresch analisa candidatura à presidência da FMF

Foto:  Pedro Lima/Cuiabá Esporte Clube - Aron Dresch, presidente do Cuiabá

O presidente do Cuiabá, Aron Dresch, é o nome mais forte para ser candidato à presidência da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF). Ainda faltam seis meses para as eleições mas as movimentações já estão em andamento. O mandato de João Carlos de Oliveira acaba em maio, após o Campeonato Mato-Grossense, e a tendência é que ele tente a reeleição. Porém, os clubes estão descontentes com sua administração e dirigentes se organizam para convencer e lançar o nome de Aron. 

Em contato com a reportagem do GloboEsporte.com, o mandatário do Cuiabá confirmou que existe a possibilidade, mas que as "coisas ainda não estão bem definidas". 
- Alguns presidentes me pediram para eu ser candidato. Posso até aceitar, mas se tiver um grande apoio. Não tem nada definido ainda. Não tem como oficializar nada. Minha vontade seria ser presidente da FMF, mas estou em dúvida, pois como ficaria o Cuiabá. Perderia o meu foco no clube e sabemos que não poderia acumular as duas funções. Estou pensando e analisando o melhor para todos. Não é uma decisão simples - disse Aron. 
Aron Dresch é quem comanda o Cuiabá desde 2013 quando substituiu seu sobrinho, Cristiano Dresch. De lá pra cá, o dirigente acumulou o tricampeonato estadual, uma Copa Verde e uma Copa FMF Sub-21. Empresário, ele é visto como nome ideal pela maioria dos clubes mato-grossenses que veem nele um dos pontos fortes do sucesso do Cuiabá. Sua postura é elogiada e há um consenso quase geral pela sua candidatura. 
João Carlos é o presidente da FMF desde 2015 quando Carlos Orione saiu oficialmente do cargo após 40 anos. Ele era vice-presidente de Orione desde a década de 80, mas não tem agradado as equipes mato-grossenses. Dirigentes reclamam que ele demora em tomar decisões e não teria implementado ideias novas na entidade.  
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Por Cuiabá, MT

Fotos: Redação/SportSinop

Tecnologia do Blogger.