Helmute vê 2017 ainda mais forte no Luverdense com calendário cheio

Foto: Maico Gaúcho/ Luverdense Esporte Clube - Helmute Lawisch, presidente do Luverdense
Depois de uma temporada quase perfeita no Luverdense, a diretoria trabalha para ter um time ainda mais forte em 2017. Nesta semana, o clube confirmou a chegada do atacante Marcos Aurélio, ex-Coxa e Internacional que se junta aos outros 15 jogadores remanescentes. Em 2016, o Luverdense conquistou o título estadual e terminou em 9º lugar na Série B do Brasileiro, a melhor participação em três anos na competição. 

- Mantemos uma base forte e temos o grupo praticamente definido para o início do ano. Já trouxemos o Marcos Aurélio e ainda devemos anunciar mais nomes. O mais importante é que venham atletas que estejam comprometidos com o time. Temos nossa filosofia e não vamos mudar. Pela primeira vez mantemos bastante jogadores de um ano pro outro e isso nos dá confiança de mais uma boa temporada - disse Helmute. 
Apesar de ter mantido a base que disputou a Série B, o Verdão do Norte perdeu seu treinador para o primeiro semestre - Júnior Rocha vai comandar o Novorizontino no Paulistão e retorna no início da Segunda Divisão. Antes, no estadual, Copa Verde e Copa do Brasil, o time será comandado por Odil Soares, promovido das categorias de base do clube. 
- Ele conhece bem nosso trabalho e vamos dar essa oportunidade. É um cara comprometido com o Luverdense. Vamos dar a oportunidade para ele também e torcer para fazer um bom primeiro semestre. Será exigido e sabe que o assunto aqui é sério. Temos objetivos e ele terá um time forte para trabalhar. 
Diogo Silva, Luverdense (Foto: Felipe Nischor/Luverdense EC)Diogo Silva, Luverdense (Foto: Felipe Nischor/Luverdense EC)
Do grupo de 2016, o time renovou com os goleiros Diogo Silva e Gabriel Leite, os laterais Gabriel Passos, Paulinho e Marlon, os zagueiros Gabriel Valongo e Luiz Otávio, os meias Ricardo, Kazu, Rafael Silva, Diogo Sodré, Alaor e Caio Quiroga, além dos atacantes Douglas Baggio e Raphael Macena. 
- Fizemos mais uma boa Série B, dentro das nossas limitações. Foi muito bom, terminarmos entre os 10 primeiros colocados e garantimos vaga nos torneios de base nacional. Que venha mais uma Série B para disputar. E não trabalha certo para ver. É rebaixamento na certa. 
Curso de gestão
Na última semana, Helmute finalizou um curso de gestão promovido pela CBF. Foram oito módulos e um total de 160 horas.
- É um curso que começou em 2015 e neste ano pude participar. Faz parte de um dos legados da Copa do Mundo e foi muito bacana. Envolveu capacitação de várias áreas do futebol e já vamos começar a colocar em prática. 
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Por Cuiabá, MT

Fotos: Redação/SportSinop


Tecnologia do Blogger.