Amazônia Seguros

Giani Freitas faz curso de formação na Confederação brasileira de Futebol

Foto: Futebol MT (Redação Futebol MT), em Rondonópolis

Giani Freitas faz curso de formação na Confederação brasileira de Futebol 
Após a campanha da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014, que culminou na fatídica derrota por 7x1 para a Alemanha, o futebol brasileiro entrou em cheque e quase tudo começou a ser questionado. Porém um dos alvos mais atacados foram os treinadores. Acusados de serem acomodados, poucos estudiosos, de não se atualizarem, não reciclarem seus conhecimentos e métodos de trabalho.

Felipão, antes idolatrado como patriarca da família Scolari que levou o Brasil ao Penta, teve seu nome e carreira manchados pelo maior vexame de uma grande seleção do futebol Mundial.
Desde então passou a ser cobrado que nossos professores passassem a ter essa bagagem de estudos teóricos, simultâneo a vivência dentro dos gramados.
E essa exigência passou a valer para a atualização de técnicos consagrados, com muitos anos de experiência e muitos trabalhos realizados e também na formação dos técnicos mais jovens que buscam melhores oportunidades no mercado.
Nesse contexto o jovem técnico Giani Freitas, que há tempos milita no futebol mato-grossense conseguiu realizar o sonho de fazer um dos cursos de treinador mais gabaritados do país.
Nas últimas semanas ele esteve na Granja Comari em Teresópolis, casa da seleção brasileira, participando do curso Licença Full A e teve como companheiros de curso técnicos de peso como Ney Franco e também ex jogadores como César Sampaio, Maldonado e Marcão.
Para ministrar aulas à um corpo discenti tão qualificado os docentes não poderiam deixar a desejar por isso os incumbidos foram nomes como Carlos Alberto Parreira, Ricardo Drubsky, Joaquim Grava, Vinícius Eutrópio, Eduardo Baptista, entre outros.
Gianni Freitas acredita que vai conseguir rapassar os ensinamentos que teve dentro da nossa realidade futebolística, em suas palavras, “falando a língua do jogador e gerindo o clube de maneira mais eficiente para aproveitar o pouco recurso que temos”. Giani Freitas milita no futebol há mais de uma década. Já trabalhou como preparador Físico em times como Cuiabá, Luverdense, Mixto, Operário FC e CRAC-GO, como técnico dirige o Dom Bosco a quase dois anos.
Tendo no currículo o título da Copa FMF de 2015, que deu vaga ao Azulão da Colina Iluminada para a Copa do Brasil de 2016. Prosseguiu o trabalho em 2016 na campanha histórica em que o time passou pelo Nacional-AM na primeira fase da competição Nacional e encarou o Atlético-PR na segunda fase, arrancando um empate heroico por 2x2 no jogo de ida na Arena Pantanal. Ainda em 2016, uma pausa no seu trabalho no Dom Bosco quando comandou o Mixto na Copa FMF e levou o alvi-negro ao vice-campeonato.
Já em 2017 Giani voltou ao Azulão e levou um time de pratas da casa, apenas com jogadores de Mato Grosso a 4ª posição no campeonato estadual garantindo vaga no campeonato brasileiro da série D em 2018.
Após o curso Giani Freitas reassumirá a esquadra Dom Bosquina e a intenção da diretoria do clube é permanecer com o treinador para o ano de 2018 em que o time já possui calendário para toda a temporada.
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e Futebol MT


Fotos: Redação/SportSinop
Tecnologia do Blogger.