Amazônia Seguros

Cuiabá decide nesta segunda-feira, no Acre, vaga para a Série B

Foto: 24 horasnews - Lance de um dos jogos do Cuiabá

Depois da brilhante vitória na última segunda-feira por 2 a 0, na Arena Pantanal, o Cuiabá se isolou do clima de euforia dos torcedores. O técnico Itamar Schulle procurou blindar os atletas de tudo o que poderia se referir a uma fácil chegada na Série B.


Segunda-feira, 26 de agosto de 2018, 20 horas. Poderá ser o início da grande façanha do Cuiabá: subir para a Segunda Divisão, a Série B do futebol brasileiro e começar ai a planejar a chegada a elite, a Série A em 2020. Com a vantagem de poder até perder por diferença de um gol, o Cuiabá joga a partir das 20 horas no estádio Florestão, em Rio Branco, no Acre, contra o Atlético-AC acreditando na tão sonhada vaga. A Arena Pantanal estará aberta para os torcedores que quiserem assistir o jogo pelo telão através da CBF TV. Basta levar um quilo de alimento, se sentar em uma das cadeiras das arquibancadas, torcer e, se tudo der certo, comemorar a ascensão como se fosse a conquista do título, que poderá vir na sequência final da Série C.
Depois da brilhante vitória na última segunda-feira por 2 a 0, na Arena Pantanal, o Cuiabá se isolou do clima de euforia dos torcedores. O técnico Itamar Schulle procurou blindar os atletas de tudo o que poderia se referir a uma fácil chegada na Série B. “Não existe nada disso. Demos só um passo. A decisão será lá, na casa deles, contra um time forte e uma torcida inflamada. Precisamos manter o foco, ter determinação, fazer o jogo de nossa vida”, disse o treinador na noite de domingo, no aeroporto Marechal Rondon, quando a delegação se preparava para o embarque ao Acre.
Até o dia da viagem foram treinos em dois períodos, todos intensos. Schulle procurou não poupar ninguém e fez questão de colocar vídeos para que os atletas sentissem como o adversário joga em sua casa, com a torcida local pressiona e mostrou uma preocupação: a não ficar sistematicamente na defesa, apenas se defendendo.
“Não podemos correr este risco de apenas jogar na defesa. O futebol moderno mostra que isso é muito perigoso. O Cuiabá vai continuar jogando como sempre jogou, procurando a vitória, partindo sempre em velocidade e procurando o caminho gol, mas lógico não dando espaço ao adversário, principalmente no meio do campo”, alerta o treinador.
Atento, o treinador observou um bom segundo tempo do Atlético-AC e não quer que isso se repita na casa do adversário.
Para o duelo, Schülle deve ter força máxima. Isso porque vai contar com o retornos do lateral-direito Jefferson Feijão e do lateral-esquerdo Danilo, ambos liberados pelo departamento médico para trabalhar com bola durante a semana.
Já no Atlético Acreano, o técnico Álvaro Miguéis fez mistério, mas estuda realizar mudanças. O treinador nos últimos dias tem buscado o time ideal para encarar no jogo decisivo contra a força cuiabana. O atacante Neto, vivendo jejum de gols, pode perder a condição de titular para o curinga Jeferson.
O meia-atacante Tauã também corre risco de perder a titularidade. O atleta passou algumas semanas no departamento médico e, ao retornar ao time durante os últimos jogos, não apresentou o mesmo rendimento físico e técnico, assim abrindo a possibilidade da escalação entre os titulares do jovem Igor, que chegou a treinar entre os titulares.

FICHA TÉCNICA

Atlético Acreano-AC x Cuiabá-MT
Atlético Acreano-AC - Ruan; Matheus, João Marcus, Diego e Alfredo ; Leandro, Kássio e Eduardo; Neto (Jeferson), Rafael Barros e Tauã (Igor). Técnico: Álvaro Miguéis
Cuiabá - Victor Souza; Jefferson Feijão, Ednei, Edson Borges e Danilo; Escobar, Marino, Jean e Eduardo Ramos; João Carlos e Bruno Sávio. Técnico: Itamar Schülle
Árbitro - Luiz Flávio de Oliveira - SP
Assistentes - Miguel Caetano Ribeiro da Costa - SP e Alex Ang Ribeiro - SP
Data - 27/08/2018
Horário 20h
Local - Florestão - Rio Branco (AC).
Fonte: SportSinop/Valcir Pereira e 24 horasnews

Fotos: Redação/SportSinop

Tecnologia do Blogger.