Técnico do Luverdense diz que equipe deixou de matar o jogo, no empate contra o Dom Bosco: 1 à 1

Foto: Assessoria Luverdense Esporte Clube - Luverdense E.C. e Dom Bosco E.C.

Depois de abrir o placar logo no início do primeiro tempo, Verdão do Norte não sustentou a vantagem e cedeu empate contra o Dom Bosco no estádio Passo das Emas.

O Luverdense estreou dentro de casa no Campeonato Mato-grossense e não conseguiu buscar a vitória diante do Dom Bosco. O Verdão do Norte abriu o placar no primeiro tempo, mas sofreu o gol de empate na etapa final e tropeçou dentro do estádio Passo das Emas.

Foto: Assessoria - Lance do Jogo entre Luverdense Esporte Clube  e Dom Bosco E.C.

Para o técnico Zé Roberto, do Luverdense, não tem o que comemorar o resultado, já que o time poderia ter matado o jogo aumentando o placar.

“Devido às circunstâncias da partida eu não achei muito importante esse ponto. A gente deixou de matar o jogo, sabia que o Odil ia postar bem o Dom Bosco, bem recuado, isso foi a tônica do jogo. A gente conseguiu o objetivo principal que era sair ganhando no início do jogo, foi o que aconteceu, pena que não conseguimos sustentar, tivemos a oportunidade de fazer 2 a 0. Depois ali no final ficou um jogo de cai cai, muita catimba da parte do adversário, isso não é desculpa, mas temos que entregar um pouquinho mais par ampliar o placar, principalmente na nossa casa”, disse o técnico Zé Roberto.

Questionado sobre a parte física da equipe, que segundo a imprensa de Lucas do Rio Verde, caiu um pouco no decorrer da partida, Zé Roberto diz que já esperava.

“É natural, primeiro jogo da temporada. Gera uma expectativa. A gente por ter feito um amistoso só não atingimos o ápice fisicamente. Isso é um processo natural, tanto a gente quanto eles. Vocês viram quantas vezes foi parado o jogo por atendimento. Isso a gente já esperava. Tínhamos que matar o jogo antes para não ficar nesse desespero”, explicou o técnico.

O próximo jogo do Luverdense é contra o Nova Mutum fora de casa, domingo (26), às 15h30, no estádio Valdir Doilho Wons, que passa por reforma na cidade do médio-norte.

Por: Pedro Lima / da Redação do Olharesportivo e Valcir Pereira/SportSinop























Tecnologia do Blogger.