Amazônia Seguros

Alê marca duas vezes e Cuiabá abre vantagem sobre Operário VG na final do Mato-grossense: 2 à 0

Foto: AssCom Dourado - Alê, volante do Cuiabá comemorando segundo gol

Por GloboEsporte.com — Cuiabá
 

Com este resultado, o Cuiabá pode até perder por um gol de diferença que será campeão pela terceira vez consecutiva. O Chicote da Fronteira precisa vencer por três gols de vantagem para levantar a taça. Uma vitória tricolor por dois gols leva a decisão para os pênaltis.
O Cuiabá dominou a partida, mas os dois gols só saíram na segunda etapa. Alê abriu o placar aos 20 minutos. Ele recuperou a bola em uma bobeira do meia Yan Petter do Operário VG, avançou e chutou rasteiro, o goleiro Naldo deixou passar e a bola bateu ainda na trave antes de entrar.

Quando o jogo se encaminhava para o fim, em uma jogada curiosa, depois do escanteio, Alê completou de cabeça para o gol. O árbitro assistente Paulo César Faria anulou marcando impedimento, mas logo depois confirmou o gol. O que causou a revolta dos jogadores do Chicote da Fronteira.
O jogo de volta entre Cuiabá e Operário VG será no próximo domingo, às 15h, na Arena Pantanal.

Decisivo

Além dos dois gols na final do Mato-grossense contra o Operário VG, o volante Alê já havia marcado nas duas partidas contra o Atlético-AC nas quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro do ano passado, que garantiu o acesso ao clube - marcou um na vitória por 2 a 0 em casa, e outro no empate fora por 2 a 2.

Tecnologia do Blogger.