Câmara Municipal

Câmara Municipal

Cuiabá abre três, Mixto reage, mas perde na Arena Pantanal: 3 à 2

Foto: AssCom Dourado

Após o Dourado fazer três gols de diferença, o Tigre conseguiu diminuir para um gol, mas não teve tempo para buscar o empate.


O Cuiabá venceu o Mixto, por 3 a 2, neste sábado (25), na Arena Pantanal, pela segunda rodada do Campeonato Mato-grossense 2020. O Dourado chegou a fazer 3 a 0, mas o Mixto conseguiu se recuperar com a entrada dos atacantes Paulinho Mingau e Diego Neves, que diminuíram o placar na segunda etapa.


O Dourado abriu o placar aos 36 minutos, quando o zagueiro Jefão, do Mixto, desviou cruzamento de Caculé e fez contra. O Cuiabá começou com tudo no segundo tempo e ampliou o placar com Arthur Caculé, aos 5, e depois Maxwell fez o terceiro, aos 8.

O Mixto, mesmo sem o técnico Gianni Freitas, que pediu demissão na véspera da partida, teve mudanças importantes no segundo tempo e conseguiu diminuir a vantagem com dois gols de cabeça. Paulinho Mingau, aos 17, e Diego, aos 38, fizeram, mas o adversário não teve forças para buscar o empate.

No primeiro tempo, o árbitro Rafael Odílio deixou de marcar um pênalti claro no atacante Magno Costa. Pelo lado do Cuiabá, o atacante Maxwell também pediu pênalti em uma jogada de ataque, mas a arbitragem assinalou simulação e deu cartão amarelo para o jogador do Dourado.

O próximo jogo do Cuiabá será na quarta-feira, diante do Luverdense, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, às 20h10. Com a vitória deste sábado, o Dourado chega aos seis pontos e fica na segunda colocação do Estadual, atrás do União, que leva vantagem no saldo de gols.
Já o Mixto, com duas derrotas, terá que buscar a recuperação diante do Araguaia, novamente dentro de casa, também na quarta-feira (29), às 20h10, na Arena Pantanal.

Cuiabá: Matheus Nogueira; Lenon, Hélder Maciel, Anderson Conceição e Alex Ruan; Auremir, Marino e Elvis (Gabriel Caju); Willians Santana (Rafael), Arthur Caculé (Josiel) e Maxwell. Técnico Marcelo Chamusca.

Mixto: Gabriel; João Lennon, Bruno Bramusse, Jefão e Vinicius Matheus; Anderson Pedra, Heré e Odair(Wictor); Eduardo Romarinho(Paulinho Mingau), Vitinho(Diego Neves) e Magno Costa. Técnico Nildo Ribeiro.

Por: Da Redação do Olharesportivo e SportSinop

Tecnologia do Blogger.