Câmara Municipal

Câmara Municipal

Sinop almeja receber R$ 120 mil da CBF para remontar elenco para a Série D

Foto arquivo SportSinop - Sinop Futebol Clube

Presidente Agnaldo Turra afirmou que se caso o aporte financeiro vier, que foi destinado a todos os clubes durante a pandemia, o Galo do Norte com certeza disputará a competição nacional.



Após a desistência do Luverdense Esporte Clube de disputar a Série D do Campeonato Brasileiro 2020, o Sinop Futebol Clube, rival do Nortão, herdou a vaga na competição nacional. O Galo do Norte já reúne apoiadores e deve oficializar a confirmação positiva nesta semana.



Segundo o presidente do Sinop, Agnaldo Turra, em entrevista ao Olhar Esportivo, essa é uma notícia surpresa e lamentável para o time de Lucas do Rio Verde.



“A gente lamenta um fato desse aí, um clube como o Luverdense, que já esteve na Série B, acabar abandonando uma Série D, onde havia uma possibilidade pode de se recuperar e subir novamente para Série C. Fui pego de surpresa, mas eu tinha conversado com alguns amigos que sempre me ajudaram em Sinop, sobre essa possibilidade, porque alguém já havia ventilado essa não participação”, disse o presidente ao Olhar Esportivo.


Foto arquivo SportSinop - Sinop Futebol Clube

Com a saída do LEC, o Sinop almeja receber o aporte financeiro de R$ 120 mil, destinado pela CBF a todos os clubes que fossem disputar a Série D, devido ao momento de pandemia após a paralisação dos estaduais. De acordo com a diretoria da Aparecidense, que herdou a vaga do CRAC – no grupo de CEOV e União – o time também espera o aporte e fechou elenco com 27 jogadores.



“Eu perguntei sobre os R$ 120 mil que o Luverdense recebeu, se a gente iria receber também. Se isso acontecer, não tenha dúvida que nós vamos participar. Mas, independente dessa verba vir, agora com essa real possibilidade, eu estava conversando com um empresário, e ele está disposto a me ajudar também, com atletas e na parte financeira. Se realmente acontecer o que eu espero que aconteça, teremos uma resposta positiva”, completou.


Foto arquivo SportSinop - Sinop Futebol Clube

O Sinop vem disputando a Série D desde 2016. A melhor participação nesses anos foi em 2018, quando avançou à segunda fase, mas foi eliminado pelo Linense-SP. No ano passado, o Galo do Norte não conseguiu a classificação.



Em 2020, o formato da Série D passou por modificação. Anteriormente, o número de grupos era maior, com apenas quatro equipes em cada. Agora, são oito grupos compostos por oito times, aumentando a temporada e os jogos da 1ª fase, de seis, para 14.



O Sinop substituirá o Luverdense no grupo 2, junto com times do norte e nordeste do país: São Raimundo-RR, Santos-AP, Moto Club-MA, Juventude-MA, River-PI, Altos-PI, além do vencedor do confronto Baré-RR e Ypiranga-AP. A estreia está marcada para ocorrer dia 19 ou 20, contra o River-PI, fora de casa.



Saiba mais: Operário Várzea-grandense anuncia pacotão de reforços caseiros para Série D



Por: Pedro Lima / da Redação Olharesportivo/Valcir Pereira SportSinop

 

Tecnologia do Blogger.